Eu mudei!

[:pb]Andradas

E mudei muito. Para melhor, afirmo sem falsa modéstia.  Tem sido um processo longo e dolorido, mas necessário.  Neste texto, apresento a vocês o que está longe de ser a versão final, mas a que é, certamente, após tantos calços e percalços, apenas uma versão melhorada de mim mesma.

Fui uma criança diferente que brincava, sim, de bonecas, mas preferia vestir-se de mendiga e sair pedindo pão velho na vizinhança. Na praia, adorava chocar as outras crianças construindo pequenos cemitérios ao invés dos convencionais castelinhos de areia e, aos sete anos, simulei um suicídio com xarope pra tosse pra chamar a atenção da minha mãe (que provavelmente só está descobrindo isso agora).

Na adolescência, tornei-me uma pessoa explosiva e agressiva que, durante uma briga, jogava lata de cerveja na cara do namorado, expulsava-o de casa a sapatadas e ameaçava voltar a nado da Ilhabela depois de uma briga. Situações constrangedoras como essas íam muito além de briguinhas entre namoradinhos imaturos.  Brigava com amigos, professores, funcionários de bares e motoristas de ônibus. Certa vez, esbofeteei um cara com quem saíra algumas vezes, quebrei uma pilha de cds do amigo dele e fui o pivô da briga do século. Só quem esteve lá sabe a proporção do que estou falando.  Sim, é de dar vergonha. Mas essa era eu.

Embora sentisse um orgulho incabível do que considerava ser apenas minha personalidade forte, sofria com o meu temperamento impulsivo e agressivo. E, por isso, procurei e testei diversas formas de me tornar uma pessoa melhor.  Aos 18 anos, tive depressão e passei a tomar Fluoxetina que, quimicamente, me mantinha “sob controle”. Ainda assim, seguia aprontando e brigando, embora um pouco mais ocasionalmente.

Vejo a depressão, no entanto, como algo positivo na minha história.  Por causa dela e do remédio do qual me sentia dependente, passei a procurar outras formas de entender os meus sentimentos e atitudes.  Estudei diferentes religiões, frequentei centros budistas e li incontáveis livros sobre espiritualidade e auto-conhecimento. Ou auto-ajuda, se preferirem.  Fiz psicanálise, me consultei com vários tipos de terapeutas holísticos e mais de um psiquiatra. Visitei astrólogos, cartomantes e mediuns. Pratiquei diversas técnicas de meditação, entoei mantras, comprei cristais.  Fiz alinhamento de chakras e curso de afetividade. Tomei passe, fiz novena, acupuntura chinesa, japonesa e alemã. Tomei florais, óleos essenciais e fiz uso de PNL.  Participei de sessões de constelação familiar e cura energética. Estudei Cinesiologia, fiz sessões de hipnose e regressão. Tentei visualizações e saltos quânticos, fiz cursos de controle mental e Emotologia. Rezei, chorei e implorei. Acendi incensos, tentei ervas chinesas, moxabustão, ayurveda e feng shui. Participei de rituais de saudação à lua, ao sol, ao início do verão, primavera, outono e inverno. Li horóscopo, escrevi afirmações, estudei I Ching e fiz mais cursos e workshops, presenciais e online.  Benzi minha água todas as manhãs. Fiz retiros espirituais,  dança circular e leitura de aura. Virei vegetariana, tirei um período sabático. Andei a pé os 800 km do Caminho de Santiago, estudei Tai Chi Chuan na China , Yoga na Tailândia e no Instituto de Yoga mais antigo da India. Fui benzida por monges indianos, tailandeses, cambojanos e balineses.  Participei de cerimônias de limpeza e purificação nas margens do Rio Ganges, na India, e fui abençoada na Catedral de Santiago de Compostela, na Espanha…

Ahhh, o ser humano! Que criatura espetacular! Trágica, cômica e ainda assim, tão nobre.  O que nos leva a continuar procurando? Dor? Ah, sim. Esperança? Certamente.  Mas há algo além disso. Intuitivamente, sabemos que deve haver uma resposta única e definitiva. Talvez ela seja tão simples que não consigamos enxergá-la. Talvez a solução não esteja lá fora e por isso não a encontremos. Talvez todas essas diversas crenças, teorias e instituições acabem nos deixando cegos para o óbvio…

Sim, pareço confusa. E realmente sou, por vezes. Ainda assim, prefiro a confusão e incerteza à limitação e rigidez de um único sistema de crenças religiosas e filosóficas ou do vazio de crença nenhuma.  Sou grata por todos os caminhos que percorri e tenho percorrido.  Todos eles me transformaram em quem eu sou hoje, certamente muito melhor do que aquela lá do início.  Sinto também profunda gratidão por todo o descontrole de outrora. Afinal, há melhor maneira de descobrir o que queremos ser do que viver intensamente aquilo que não queremos? Foi aquele desequilíbrio todo que me levou a buscar o oposto em filosofias diversas, países estranhos, caminhos distantes e nem sempre fáceis. Ainda mais do que isso, foi aquele mesmo desequilíbrio que me forçou a olhar aqui, bem para dentro, e descobrir que a verdade e a paz que tanto procuro estão e sempre estiveram ao meu alcance, em qualquer momento, lugar e circunstância.

Escrevo com o coração. E para corações. Sobre o que me fez e continua me fazendo bem. Não acredito que exista um caminho único e certo para todos, tão diferentes entre si, embora saiba mais claramente, hoje em dia, qual desses caminhos é o melhor para mim.  Ainda assim, tiro o melhor de tudo o que estudei e conheço e ignoro, respeitosamente, aquilo que não me serve.  Sou aberta aos mistérios do mundo e prefiro manter-me ignorante à acreditar ter todas as respostas.  Convido-os a conhecer meus caminhos e histórias que são, a meu ver, repletos de pequenos milagres. E, por milagres, não me refiro a eventos raros e extraordinários que acontecem em lugares distantes e que apenas alguns poucos de nós vão um dia experenciar. Me refiro àqueles que nos acontecem diariamente e que talvez não prestemos atenção ou simplesmente não os enxerguemos como tal.  Eu não apenas os vejo em minha vida como os invoco, todas as manhãs, com o meu mantra pessoal: “Hoje, estou aberta à presença de milagres”. Eles sempre vêm. E que assim seja, sempre.[:]

Comments 51

  1. Lys, que linda mensagem!
    Você é MUITO especial! Obrigada por compartilhar sua história, que nos inspira a sermos melhores.
    Beijos

    1. Post
      Author
  2. Eu sou prova que mudou mesmo !! E já brigou comigo também, por besteira, e fez da besteira um motivo grande pra agredir. Realmente, hoje, você é uma pessoa muito mais gostosa (de lidar!!!) hahaha Beijos miga !!

    1. Post
      Author
    1. Post
      Author
  3. Essa é minha amiga Lysi, amiga de infância!!! Tb sou prova de toda essa mudança. Ja presenciei mta coisa, inclusive das pilhas de CD entre outras que vc não postou. Tb já brigou comigo rsss. Hoje vc é outra pessoa outra Lysiane e falo com orgulho dessa mudança. Adoro suas historias e principalmente acompanhar de perto todo seu caminho. É isso ai flor, coração aberto e seguir em frente pq nada nessa vida acontece por um acaso, nada é coincidência, tudo é providência, acredito mto nisso!!! Te amo flor!!! Bjs da sua sempre amiga.

    1. Post
      Author

      Oi flor! Ainda bem que não contou mais nada.. rsss
      Obrigada por sempre ter me entendido!
      Te amo também! Muitos beijos!

  4. Amiga linda! Nao conheci essa Ly brava… mas confesso que me identifiquei em muitas situaçoes rsss Obrigada por compartilhar suas experiências… Somos sua fã… Eu & Nina colar de bjs e abraço de laço pra vc!

    1. Post
      Author

      Obrigada, minha amiga querida…
      Que bom saber que as pessoas se identificam.
      Me sinto mais normal.. rsrs
      Beijão!

  5. Lys, gratidão por compartilhar sua história !!Quando falou dos muitos e muitos cursos que fez e lugares que foi me identifiquei demais haha
    Continue caminhando e escrevendo aqui sempre que possível =)

    1. Post
      Author

      Flá,
      A gente sempre se entende, né?
      Pode deixar, continuarei escrevendo enquanto houver histórias pra contar e coisas pra dividir.
      Beijão

  6. Parabéns Lysi… Tive oportunidade de conviver com você alguns dias no Caminho de Santiago e aprender muito com você. Caso te interesse, pois não ví nenhuma citação sobre isso, participo de um grupo de autoconhecimento que bebe a HOASCA todos primeiros e terceiros sábados. Se quiser, será minha convidada para comungar este chá sagrado. Beijos… Sergio Ferreira

    1. Post
      Author
  7. Lys, que mudança radical!
    Que história linda! Uma abertura de coração! Realmente um milagre conforme sua descrição!
    Parabéns por sua evolução!
    Bjs

    1. Post
      Author
  8. Lys, se fosse outra pessoa que me falasse eu jamais acreditaria..imagina, a pessoa doce, paciente e leve que vejo em vc, impossivel pensar que esbravejava desse jeito !!! Emoticon smile

    1. Post
      Author
  9. Lys , muito obrigada por compartilhar conosco !!! Simplesmente estou sem palavras …. Vc sabe o quanto é especial para nós … Bjão ….

    1. Post
      Author
  10. Que engraçado ler isso, pra quem já te conheceu tão diferente…voltar a nado de Ilhabela…haa…eu deixava…kkkk

    1. Post
      Author
  11. Olá!
    Li sua história, me emocionei ao ler sobre a sua busca incansável por uma vida mais calma… sofri por um tempo com depressão, sei o que é ter essa doença, e com amor vos digo encontrei a minha CURA quando entreguei a minha vida a JESUS, não há outro caminho para chegar a DEUS senão pelo seu filho JESUS. DEUS CURA, restaura sua saúde, te dá PAZ, E TE TRANSFORMA NUM SER HUMANO MELHOR. Abraço fraternal. ( pense com carinho no que escrevi).

    1. Post
      Author

      Oi Michele,
      Muito obrigada, querida. Fico feliz que tenha se identificado e se emocionado.
      Grande abraço pra você também.

  12. Tão bom poder mudar… e quando é para crescermos interiormente tanto melhor.
    Fico feliz em saber de sua busca por evolução. Tenho minhas buscas também.
    Acredito no ser humano, na evolução e no amor acima de tudo.
    O amor é uma força que impulsiona. Minha crença é que estamos aqui para aprender a amar. Amar a todos sem distinção.
    Beijos, continue escrevendo com seu coração.
    Beijos,
    Deinha

    1. Post
      Author

      Deinha,
      Obrigada, querida. Também acredito nisso tudo o que você falou.
      Ainda bem que estamos em constante mudança e que o objetivo é sempre amar mais e melhor.
      E ah! Que continuemos ambas escrevendo com o coração! 🙂
      Beijo grande!

  13. Querida Lysiane
    Quem é capaz de escrever o que li, realmente deve ter provocado grandes mudanças em sua vida. Um bela reflexão de vida!
    Parabéns por reconhecer quem era e, principalmente, por ter se tornado em quem é hoje.
    Um grande abraço
    Carlos

    1. Post
      Author
  14. Mais um lindo texto, amiguica!! Cheio de ricos detalhes e muita sensibilidade!! Adoro seu jeito de escrever 🙂 Quantas incríveis oportunidades para se conhecer profundamente durante esta jornada, hein? Não sabia de nem 1/3!! Rsrs
    O melhor é compreender que a mudança só foi possível, pois foi sentida com o coração…e quando é com o coração, o Universo nos suporta com todo seu poder! Que delícia ter acompanhado alguns desses momentos especiais com você! Muita sabedoria e coragem neste novo desafio!! Love you 🙂 Beijo grande

    1. Post
      Author

      Oi amiguica!
      Você fez mesmo parte de muitos desses momentos. Lembra dos furacões BG e JN? rss Devastadores e transformadores!
      Obrigada pela sua amizade, carinho e amor.
      Love you too! 🙂
      Beijos

  15. Que lindo Lysi
    Você é muito especial, também me identifiquei com tudo isso, não é a toa que nossos caminhos se cruzaram.
    Continue nos contando o que tem nesse coração imenso.
    Beijo no coração! Namaskar!

    1. Post
      Author

      Obrigada, Ale, querida!
      Você também é muito especial e fico muito feliz por esse nosso encontro.
      Beijo grande e até breve! 🙂
      Namaskar!

  16. Nossa Ly! Difícil de acreditar que vc tivesse um temperamento tão forte… te conhecendo assim hoje, tão calma!
    Mas eu acho que o mais importante foi vc querer mudar e buscar arduamente por isso! Sua história é muito linda e inspiradora!
    Amei! Parabéns pelo blog e obrigada por compartilhar sua vida e seus aprendizados!
    Um beijo no coração 🙂

    1. Post
      Author

      Oi Má,
      Obrigada pelo carinho e pelo comentário.
      Eu era bem esquentadinha sim, mas não era assim o tempo todo.. rs
      Do mesmo jeito que também não sou tãooo calma também o tempo todo hoje em dia. rss Espero continuar melhorando.
      Beijão pra você também!

  17. Ly, nos conhecemos há 22 anos, aliás somos amigas todo esse tempo… Vc colocou nesse texto em evidência o seu temperamento forte, e eu estou vendo as pessoas que te conhecem há pouco tempo incrédulas com seu depoimento, isso me incomodou, pois parece que vc era sempre temperamental..Mas não foi bem assim… Aquelas atitudes existiram sim, mas dentro de vc tinha outras virtudes que eram fortes também e que nos unem como amigas até hj!
    Bjs

    1. Post
      Author

      Oi, Fer, você tem toda razão, mas fui eu que enfatizei mais os pontos negativos.
      Graças a Deus não era daquele jeito o tempo todo. Rss Obrigada por me lembrar disso!
      E obrigada também por me entender e perdoar nos momentos que não fui tão legal.
      Beijão, amo você!

  18. é incrível como não sabemos NADA a respeito do outro né? rsrsrsrs
    jamais imaginei vc assim como descreveu…
    parabéns pelas mudanças, parabéns por querer mudar 😉

    1. Post
      Author
  19. Que show a sua história! Em termos parecida com a minha… incrível! Também trilho um caminho como esse, para o autoconhecimento! A melhor viagem que já realizei foi quando me permiti adentrar em mim mesma e me descobrir!

    Abraço!

    1. Post
      Author

      Oi Bruna,
      Parece clichê mas a verdade é essa mesma: as respostas estão todas aqui dentro, basta olharmos pra dentro. Continue sua viagem interior pois essa certamente nunca chegará ao fim! 🙂
      Beijão e tudo de bom.

  20. Sabe, sua historia é verdadeira, isto é importante, viver é passar aqui e pronto. Errado ou certo, não importa. Continue vivendo e vendo os milhares de milagres que acontecem todo dia. O milagre da sua foto, lugar lindo, você linda … o restante acontece. Acredite em Deus e agradeça pq resto é com o senhor do UNIVERSO. Desde quando nascemos sabemos o que é certo e errado.

    1. Post
      Author

      Oi Nelson,
      Acho que, na verdade, não existe o que é certo e errado se pararmos pra pensar. Se olhasse pra trás e achasse que tudo o que fiz no passado foi errado, estaria negando quem eu me tornei hoje. E pra ser bem honesta, eu gosto de quem me tornei.. hehe
      Obrigada, amigo!!
      Tudo bom pra você!
      Beijos

  21. Querida Lys, as vezes abro algo p/ ler e que surpresa ao ler seus textos, onde vc se revela com tanta integridade e honestidade ! Adorei ! Continue nos dando estes textos de presente , eles so me fazem admirar cada vez mais esta sua alma lindaaa!!!

    1. Post
      Author

      Querida Lisa,
      Obrigada pelo comentário carinhoso e incentivador.
      Continuarei escrevendo sempre que tiver inspiração.
      Um beijo enorme,
      Lys

  22. Prima querida, tb me lembro da sua braveza!
    Mas o amor a tudo suporta e supera!
    Já dizia nosso amado vô João: tudo vale a pena quando a alma não é pequena!
    Amo vc!

    1. Post
      Author
  23. Lysi,
    Embora eu não tenha percorrido todos os caminhos que você percorreu, me identifico muito com sua história, pois, assim como você, sou uma pessoa de gênio forte e (confesso) bem brava muitas vezes, mas, da mesma forma, sou alguém que procura ser melhor a cada dia, tentando me colocar no lugar dos outros e aprendendo com meus erros, pra poder viver em paz e também fazer a minha parte pra construir um mundo melhor pras próximas gerações. Talvez nossos meios não sejam os mesmos, mas nossos objetivos são muito semelhantes, por isso te admiro tanto e me identifico tanto com vc.
    Amo vc, prima querida.

    1. Post
      Author

      Tami, minha prima linda e querida,
      Fico muito feliz que se identifique tanto comigo e fico ainda mais feliz por merecer sua admiração. Saiba que a recíproca é verdadeira. Tenho orgulho da mulher íntegra e tão cheia de valores que se tornou.
      Um beijo enorme. Também te amo!

  24. Lysi, um dos meus maiores presentes durante a cicloviagem no Vale Europeu, foi te conhecer. A cada trechinho que percorriamos juntos, eu me surpreendia mais com suas experiências, adquiridas principalmente após o início da sua longa, e extremamente “produtiva” viagem.
    Você ganhou mais um fã! E como “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas” rssss, vai ter que me aturar, e quem sabe me ajudar a acalmar um pouco, essa tão “acelerada” mente…
    Continue buscando, e escreva sempre, muito, porque essa deve ser uma de suas missões.
    Obrigado!

    1. Post
      Author

      Ale, muito obrigada pela mensagem, pelo carinho, pelo incentivo e pela companhia no Vale Europeu. Você é uma pessoa leve e sua presença me fez muito bem. Será um prazer ter você por perto daqui pra frente!
      Beijão

  25. Minha amiga querida!!! Que bom ver que você consegue ter essa sensibilidade e está a procura do seu melhor. Iniciei essa trajetória também e tenho certeza que o meu melhor está chegando. Saudades de vc!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *